Jeronymo Monteiro

O escritor Jeronymo Barbosa Monteiro (1908-1970) é um marco fundamental da literatura infantil e juvenil do Brasil. Foi um dos precursores do rádio-teatro, criador do primeiro detetive brasileiro e da primeira série policial. Mas, acima de tudo, é sempre lembrado como "Pai da Ficção Científica Brasileira".

MAGAZINE DE FICÇÃO CIENTÍFICA

Magazine 04 Abaixo segue o texto do Editorial, escrito por Jeronymo Monteiro, da revista Magazine de Ficção Científica, da editora Revista do Globo, versão brasileira da Fantasy & Science Fiction norte-americana.Ele foi diretor de redação da revista que sempre apresentava a cada número um autor brasileiro de FC, graças à sua iniciativa.

A revista contou com 20 edições, começou em abril de 1970 e foi encerrada em novembro de 1971. Muito se especula quanto à influência que a morte de Monteiro teria tido sobre a decisão de fechá-la. Segundo sua filha, Therezinha Monteiro, a revista foi fechada assim que acabou o material selecionado por Jeronymo.

EDITORIAL

Este primeiro número do MAGAZINE DE FICÇÃO CIENTÍFICA surge num momento muito feliz, quando o leitor brasileiro começa a descobrir esse gênero literário, o mais moderno e, pensamos o mais amplo que já se criou na literatura universal, por suas possibilidades infinitas de movimento no espaço e no tempo. Um gênero que liberta a imaginação das peias da velha pragmática e permite-lhe os vôos mais arrojados, ligados, apenas, às possibilidades oferecidas pelas conquistas e pesquisas técnicas e científicas – tão extraordinariàmente avançadas em nosso dias.

Todos os ramos da ciência e da técnica se oferecem ao escritor e ao leitor de FC. O escritor pega qualquer um deles, parte de uma possibilidade e extrapola, criando o seu mundo, a sua história, a sua mensagem, o seu drama, a sua comédia. Não trem limites, desde que se mantenha dentro do ponto de vista adotado e dentro da lógica balizada por esse ponto de vista. Esta é a imensa vantagem do Gênero. Não estão mais em “moda” as viagens interplanetárias ou interestelares (“space opera” como dizem os americanos).

Hoje o HOMEM é o campo da FC – o homem e sua possibilidade no futuro Quando os americanos puseram o pé na Lua não faltou quem dissesse que isto significava a morte da FC. Todos os que conhecem este gênero literário (os que o escrevem e os que o lêem), porém, não levaram absolutamente a sério essa piada. Ela continuará sendo falsa quando o homem chegar a Marte, a Vênus, aos satélites de Saturno e de Júpiter e mesmo quando conseguir atravessar as fronteiras do Sistema Solar — se o fizer algum dia. Simplesmente porque a ficção científica nasce no cérebro do escritor imaginativo e, neste, a imaginação está sempre além da realidade, no tempo e no espaço. Se a FC fosse simplesmente a descrição de viagens interplanetárias, com as aventuras decorrentes talvez estivesse ameaçada.

Mas basta ler os contos que temos publicado em Magazine de Ficção Científica para ver que a viagem interplanetária está tão longe da FC como o homem está atualmente longe da Próxima do Centauro Não há limites para a FC — a não ser os levantados pela incapacidade do escritor. Não há campo do conhecimento em que ela não possa plantar as suas sementes e ver brotar as suas árvores, as suas flores, os seus frutos.

A FC, e só ela, oferece ao homem de imaginação que escreve, a possibilidade das mais estranhas e empolgantes aventuras no reino maravilhoso da extrapolação ao conhecimento, ao saber, à história, à técnica, à ciência. Nenhum campo do conhecimento humano está fechado à incursão da FC e mesmo campos do conhecimento restrito, como a quarta dimensão, os mundos paralelos, o paradoxo temporal e outros paradoxos. abrem-se ao criador de histórias de FC.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 2 de julho de 2015 por em Ficção Científica, Magazine de Ficção Científica.
%d blogueiros gostam disto: